Sobre Nós

        Amigos!

Muito admiro os canarios arlequim português, crio os canarios arlequim português por uma paixão.depois que conheci esta raça pensei logo em importar e trazer comigo alguns exemplares ; e tive a grata sorte de adquirir exemplares dignos de grande valor não monetario mas em qualidade canarios que em um certo forum foi comentado o seguinte a meu respeito :

, temos aqui conosco um criador de arlequins que seus pássaros foram utilizados para a homologação da raça, defacto umas das aves era oriunda do criadouro do amigo  ArmindoTavares e foi apresentada em Italia para efeitos de homologação da raça e entre outras do amigo Pedro Freixo vieram varias que se classificaram nas nas varias  exposições realizadas em Portugal.Atualmente mantenho tambem meu plantel de glosters ,embora a menina dos meus olhos sejam os arlequim portugues.

Para todos que contribuiram e ainda a outros masi que venham a contribuir na divulgação e expansão da raça Arlquim Português, o meu muito obrigado

 

 

        Criação de Canàrios !

Existem muitas maneiras e opções para criar canários !

Antes de eu me iniciar neste hobby pensei que os primeiros passos para ser um criador de canários seria não pensar em obter lucros, e nem  fazendo uma fonte de renda pois me lebrei do ditado que meu avô materno me dizia: “”Com animais de bico nunca um homem fica rico””, para se conseguir algum sucesso na criação de canários teremos que seguir alguns passos.

1° Passo: escolher o local; este deve ser iluminação natural, arejado mas sem correntes de ar, ter a entrada de algum sol pelo menos pela manhã.

2° Passo:  Gaiolas; devemos escolher gaiolas com divisória, grade de fundo , e bandeja para ser forrada facilitando assim a limpeza da mesma.

3° Passo: A escolha das aves para formar o plantel; comprar sempre aves com anilhas aonde tenham marcado além do clube do criador e seu numero de associado a inscrição FOB , procurando sempre um criador que tenha obtido boa pontuação nas exposições do clube aonde este esta filiado, verificar as boas condições e instalações do criador aonde for comprar os canários, nunca comprar canários com penas eriçadas , ou que estejam encolhidas no fundo da gaiola , nestes casos è melhor não comprar.

Havendo jà canários no criadouro nunca junte os canários recém adquiridas com as já existentes no criadouro, as novas devem fazer uma quarentena ,pois estas podem trazer algum tipo de parasitas que poderão contaminar todo o plantel já existente. Uma vez colocadas em gaiolas separadas  colocar à disposição das recém adquiridas  àgua fresca com vitaminas (ex. Protovit) e fazer uso de um parasiticidas, (Ivomec ou Frontline)

4°Passo: com os canários já nas gaiolas criadeiras nunca deixa faltar àgua limpa e trocada todos os dias uma mistura de sementes de boa qualidade e farinhada; para a confecção dos ninhos colocar estopa desfiada observando assim o zelo com que os canários constroem os ninhos

5° Passo: nunca tenha pressa para ver os filhotes que virão, saber esperar sempre se diz que “”è uma virtude”” porque quando os canários estiverem prontos eles de certeza  irão criar, não existe quantidade máxima ou mínima de ovos  de ovos que irão colocar, isto acontece dia sim dia não, começando o choco após a postura do segundo ou terceiro ovo, nascendo os filhotes ao decimo terceiro dia (para que todos nasçam no mesmo dia eu troco os ovos naturais por ovos de plástico ) no sexto dia de vida è o momento de anilhar os filhotes, e aos vinte dias a separação dos pais  pela grade do meio da gaiola. Ao fim de três posturas devera se tirar o ninho da gaiola para que o casal entre na fase de descanso

6° Passo: Se houver gosto ou interesse  em participar  da exposições do clube, separamos os filhotes com anilha e escolhemos no nosso entender aqueles que sejam melhores e os colocamos em gaiolas individuais para se irem habituando as gaiolas de exposição para que tenham bons resultados.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!